Internet para Todos poderá instalar 200 antenas por dia em localidades diferentes, afirma ministro

Projeto vai levar conectividade para localidades brasileiras sem acesso à banda larga.
por ASCOM - publicado 02/02/2018 23h00. Última modificação 17/05/2019 16h54.
Internet para Todos poderá instalar 200 antenas por dia em localidades diferentes, afirma ministro

Ministro apresenta o Internet para Todos em São José do Rio Preto (SP). Foto: Ascom/MCTIC

O programa Internet para Todos poderá instalar até 200 antenas por dia e, com isso, atender ao mesmo número de localidades diariamente no país. Essa informação foi prestada pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações durante apresentação do programa a dezenas de prefeitos da região de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

O programa, uma iniciativa do governo federal, começará a ser implementado ainda neste primeiro trimestre e vai levar conectividade para localidades brasileiras sem acesso à banda larga. Para Kassab é o maior programa de desenvolvimento social  do governo Temer e permite a inclusão digital de todos os brasileiros. “Temos possibilidade de um avanço extraordinário em termos de conectividade, em todo o país”, acrescenta o ministro

O Internet para Todos levará banda larga para escolas, hospitais e localidades sem conectividade de todo o país a partir do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), em órbita desde maio de 2017. A partir de convênios com as prefeituras, serão instaladas antenas para conectar localidades sem banda larga. Hospitais e escolas também serão beneficiados por convênios firmados com os ministérios da Saúde e da Educação, respectivamente. Já a população das localidades beneficiadas terá um custo bem menor para se conectar à internet.

“Imagine o que é o crescimento de uma criança, de um adolescente, que tem conectividade na sua casa, na sua escola, comparado com jovens que não tem essa oportunidade”, afirmou Kassab, demonstrando a necessidade de se igualar as oportunidades de desenvolvimento e educação a todos os brasileiros.

Voltar ao topo