Encontro discute impactos de inundações na mobilidade urbana

Evento com participação do Cemaden começa nesta quinta, em São José dos Campos (SP), com foco no desenvolvimento urbano sustentável e na resiliência diante de eventos extremos e mudanças climáticas.
por ASCOM - publicado 28/10/2015 15h30. Última modificação 22/05/2019 15h27.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden/MCTI) participa da coordenação do Encontro sobre Impactos Potenciais de Inundações em Infraestrutura de Transportes e Mobilidade Urbana, nesta quinta-feira (29)  e na sexta (30), no anfiteatro da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em São José dos Campos (SP). Participam pesquisadores de diversas instituições.

O Encontro é promovido pelo Departamento de Engenharia Ambiental do Instituto de Ciência e Tecnologia do campus da Unesp no município paulista, com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão Universitária da Unesp e do Cemaden.

 Os pesquisadores do Cemaden Leonardo Bacelar L. Santos e Luciana R. Londe, membros do comitê científico do evento, desenvolvem trabalhos no âmbito do grupo de pesquisa AmbienteMobilidade e pretendem ampliar as discussões e estudos com outras instituições. O grupo, em seu primeiro ano de existência, já tem artigos publicados em revistas científicas e aceitos para apresentação em congressos nacionais e internacionais.

 "São José dos Campos foi a sede ideal para esse evento. Além de ter histórico de interrupções de tráfego e danos à infraestrutura em decorrência de processos de desastres naturais, o município conta com um detalhado atlas de origem-destino – confeccionado pelo Instituto de Pesquisa, Administração e Planejamento [Ipplan] –  e também sedia o Curso de Engenharia Ambiental da Unesp e o Cemaden, localizados dentro do Parque Tecnológico", destaca Santos.

Os palestrantes são pesquisadores bolsistas de produtividade e jovens pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade  Federal de Santa Catarina (UFSC), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCTI) e do Ipplan, além dos representantes do Cemaden e da Unesp.

Dentre os objetivos do evento estão, ainda, a busca por maior aproximação com as instituições locais – como o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e a Universidade do Vale do Paraíba (Univap) – e a elaboração do esboço de um acordo de cooperação técnica entre o Ipplan, a Unesp e o Cemaden, visando fortalecer a interação científica entre as instituições.

Voltar ao topo