SiBBr é destaque de conferência para inovação e colaboração em biotecnologia

Sistema gerido pela RNP reúne informações sobre a biodiversidade nacional
por ASCOM - publicado 09/09/2019 18h54. Última modificação 11/09/2019 19h12.

CGCS / MCTIC

CGCS / MCTIC

Secretário defendeu pesquisas em biodiversidade na Bio Latin America, em São Paulo

Representantes da Secretaria de Políticas para Formação e Ações Estratégicas (Sefae) do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) se reuniram com formuladores de políticas, empreendedores, acadêmicos e investidores de todo o mundo para debater tendências e desafios na área de biotecnologia na Conferência BIO Latin America 2019, nos dias 3 e 4, em São Paulo. Um dos destaques na programação do evento foi a divulgação da plataforma Atlas do Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr), cuja manutenção, desenvolvimento e operacionalização é de responsabilidade da RNP.

O secretário da Sefae, Marcelo Morales, participou como palestrante no painel ‘Salvaguardando a conservação da biodiversidade e apoiando P&D e inovação nos ecossistemas globais’. Segundo Morales, é fundamental a realização de pesquisas com espécies do Brasil, país megabiodiverso, como forma de impulsionar o mercado de ativos, aliando o desenvolvimento econômico com a conservação e o uso sustentável da biodiversidade brasileira.

O SiBBr teve um estande próprio, onde empreendedores tiveram uma demonstração de como navegar na plataforma para obter informações relevantes da biodiversidade para o tema biotecnologia. Além disso, a RNP fez uma apresentação sobre a plataforma durante a conferência.

“Além da ampla divulgação do Atlas SiBBr, o evento permitiu identificar necessidades do setor de biotecnologia que possam ser implementadas na plataforma, tornando-a ainda mais relevante para a sociedade. Foi gratificante ver o entusiasmo desse público especializado ao conhecer as funcionalidades do Atlas SiBBr”, destacou o gerente de Soluções da RNP responsável pelo projeto, Christian Miziara.

 

Com informações da RNP

Voltar ao topo