Lixo para uns, economia circular e inclusão digital para todos

Programa Centro de Recondicionamento de Computadores (CRCs) recupera e recicla equipamentos eletrônicos que são doados para reutilização pela sociedade.
por ASCOM - publicado 11/02/2019 12h54. Última modificação 22/05/2019 09h11.

null

null

CRC Programando o Futuro, em Valparaíso de Goiás (GO), já capacitou 10 mil jovens em oito anos. Foto: Ascom/MCTIC

Não sabe o que fazer eletroeletrônicos velhos ou sem uso? As equipes do programa Centros de Recondicionamento de Computadores (CRCs) vão dar um jeito em praticamente 100% do que acabaria indo para o lixo.

A

Dez mil jovens capacitados em oito anos e 116 toneladas de resíduos eletrônicos tratados somente em 2018. Esses são apenas alguns números do CRC Programando o Futuro, um espaço para a formação de jovens, recuperação de computadores e destinação correta de resíduos localizado em Valparaíso de Goiás (GO).

Os oito CRCs apoiados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) estão espalhados pelas cinco regiões do país. Todos recebem doações de computadores, televisores e aparelhos eletroeletrônicos antigos ou quebrados. Depois de uma triagem, as máquinas são transformadas e as peças são, praticamente, 100% aproveitadas. Os computadores recuperados são doados para telecentros, escolas, bibliotecas ou colocados à disposição em situações de emergência, como aconteceu em Brumadinho (MG).

“O espírito do projeto é reciclar e recuperar tudo. Mesmo  com muita criatividade, o que não conseguimos aproveitar é encaminhado para empresas especializadas”, conta o gerente-geral do CRC de Valparaíso, Fabio Paiva.

O CRC Programando o Futuro recebeu, na última sexta-feira (8), a visita do diretor de Inclusão Digital do MCTIC, Wilson Wellisch, que revelou a intenção de ampliar a iniciativa em todo o país. “Nós queremos que os equipamentos que não sejam usados nos computadores sejam destinados a laboratórios de robótica, por exemplo. Temos também a ideia de padronizar os cursos de formação realizados nos CRCs, como os de informática básica, montagem e manutenção de computadores. Além disso, estamos estudando medidas para aprimorar e fazer o encaminhamento dos estudantes para o mercado de trabalho”, afirmou.

Em Valparaíso de Goiás, no Entorno de Brasília, o CRC Programando o Futuro funciona em um antigo ginásio de esportes cedido pela prefeitura local. Segundo o coordenador da instituição, Vilmar Nascimento, o projeto tem mudado a realidade da região. “A gente costuma dizer que tudo de ruim acontecia nesse espaço: roubo, tráfico de drogas, violência. Hoje, é muito comum as pessoas virem para cá estudar, conversar aqui na frente, e isso impacta na melhoria da qualidade de vida. Tem também o futuro dos jovens que passam por aqui, que ganham uma oportunidade e podem mudar suas vidas”, disse. A

Pensar em recuperar o que iria para o lixo é o mínimo que a sociedade pode fazer para tornar a “economia circular” uma rotina e para não sobrecarregar o meio ambiente. Pense nisso!

Qualquer pessoa pode ir aos CRCs e doar equipamentos que estão parados em casa.

CRC Programando o Futuro
Entidade Gestora: Programando o Futuro
Localização: Valparaíso de Goiás (GO)

CRC Inac
Entidade Gestora: Instituto Nova Ágora Cidadania
Localização: Zona Leste de São Paulo (SP)

CRC Idear
Entidade Gestora: Instituto Nova Ágora Cidadania
Localização: Maracanaú (CE)

CRC Univasf
Entidade Gestora: Universidade Federal do Vale do São Francisco
Localização: Juazeiro (BA)

CRC Belo Horizonte
Entidade Gestora: Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte
Localização: Belo Horizonte (MG)

CRC Emaús
Entidade Gestora: Movimento Emaús
Localização: Belém (PA)

Saiba mais clicando aqui.

A

  A

 A

 

Voltar ao topo