Estados participantes do Programa Centelha recebem capacitação

Equipes de 9 estados conheceram a metodologia do programa, que vai estimular a criação de empreendimentos inovadores no país
por ASCOM - publicado 27/02/2019 15h17. Última modificação 22/05/2019 09h11.

null

null

O Programa Centelha foi idealizado com o objetivo de estimular a criação de empreendimentos inovadores em todo o território nacional,

A primeira capacitação das equipes executoras do Programa Centelha foi realizada na última semana, nos dias 21 e 22 de fevereiro, na sede da Finep – Financiadora de Inovação e Pesquisa -, no Rio de Janeiro. Foram dois dias de troca de informações e esclarecimento de dúvidas sobre a metodologia do programa, com a participação de nove estados (Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina). Ao todo, projetos de 19 estados foram selecionados.

O Programa Centelha foi idealizado com o objetivo de estimular a criação de empreendimentos inovadores em todo o território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais. A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Finep, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação CERTI.

O secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC, Paulo Alvim, destaca que o programa vai oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para ajudar empreendedores a transformarem suas ideias em negócios de sucesso. “O Centelha também busca contribuir para aumentar a quantidade e melhorar a qualidade das propostas de empreendimentos de base tecnológica submetidas aos ambientes promotores de inovação existentes no país, tais como incubadoras de empresas, aceleradoras, espaços de coworking, laboratórios abertos, parques e polos tecnológicos”, ressalta.

A próxima turma de Equipes Executoras dos estados participantes do Programa Centelha se reunirá em março, na sede do MCTIC, em Brasília.


Sobre o Centelha

O programa será executado de forma descentralizada, por meio da articulação institucional e cooperação com órgãos e entidades da administração pública estadual que atuam na área de ciência, tecnologia e inovação, com o apoio técnico e financeiro do MCTIC e das agências federais de fomento.


Do total de 21 projetos aprovados pela Finep na seleção pública de propostas dos parceiros operacionais estaduais, 19 são provenientes das Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) dos estados. No total, a previsão é de que sejam investidos R$ 34 milhões, sendo R$ 21 milhões pela Finep e R$ 13 milhões pelos parceiros nos estados.

Os principais benefícios a serem oferecidos pelo programa são capacitações, recursos financeiros e suporte para ajudar empreendedores a transformarem suas ideias em negócios de sucesso. O Programa Centelha irá oferecer mais de R$ 40 mil reais por empresa contemplada em subvenção da Finep e de seus respectivos parceiros estaduais para ajudar os novos empreendedores a tirarem seu negócio do papel.

O período de inscrições para empreendedores interessados deve acontecer ainda no primeiro semestre de 2019. Enquanto isso, o programa já oferece informações para a comunidade empreendedora por meio do Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter, e também  dá dicas para que os empreendedores cheguem com suas ideias mais preparadas no lançamento do edital.

Voltar ao topo