Comitê de Busca do Museu Emílio Goeldi define plano de ação para escolha do novo diretor

Seis candidatos vão apresentar seus planos de trabalho.
por ASCOM - publicado 05/02/2018 17h07. Última modificação 17/05/2019 16h54.
Comitê de Busca do Museu Emílio Goeldi define plano de ação para escolha do novo diretor

Comitê de Busca do Museu Emílio Goeldi define plano de ação para escolha do novo diretor. Foto: Museu Goeldi

O Comitê de Busca do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) definiu o cronograma de ações para a escolha do novo diretor. São seis candidatos que apresentarão seus planos de trabalho nesta quarta-feira (7), a partir das 9h, no auditório do Campus de Pesquisa do MPEG.

Também está marcada uma reunião entre os candidatos e os servidores do museu às 13h, além de uma rodada de entrevistas individuais com os membros do Comitê a partir das 14h. Naquinta-feira (8), o Comitê de Busca se reúne às 9h para elaborar a lista tríplice que será entregue ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, a quem cabe a decisão final de indicar o novo diretor do museu.

Foram homologadas as seguintes candidaturas:

Ana Luisa Kerti Mangabeira Albernaz: pesquisadora do Museu Goeldi, é bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e mestre e doutora em Biologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

Antonio Carlos Lobo Soares: é arquiteto e museólogo do Museu Goeldi.

Claudio Ruy Vasconcelos da Fonseca: graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pará, tem mestrado pelo Inpa e doutorado pela Universidade de São Paulo. Atualmente é pesquisador do Inpa na área de Zoologia.

João Batista Miranda Ribeiro: possui graduação em Meteorologia pela Universidade Federal do Pará com mestrado em Agronomia (Meteorologia Agrícola) pela Universidade Federal de Viçosa e doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é professor da Universidade Federal do Pará.

Maria de Lourdes Pinheiro Ruivo: possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Pará, mestrado em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia e doutorado em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa. É pesquisadora do Museu Goeldi.

Waldinete C. do S. Oliveira da Costa Rolim: possui PhD em Educação Científica e Ambiental pela University of Strathclyde, Glasgow, Reino Unido. Foi chefe do Departamento de Museologia do Museu Goeldi.

 

Voltar ao topo