Comitê de Busca homologa candidatura e divulga cronograma do processo de escolha...

por ASCOM - publicado 31/01/2018 18h41. Última modificação 31/01/2018 18h42.
Comitê de Busca homologa candidatura e divulga cronograma do processo de escolha do novo diretor do Museu Goeldi

Candidatos a diretor vão apresentar propostas nesta quarta-feira (7). Foto: Ascom/MCTIC

O Comitê de Busca do Museu Paraense Emílio Goeldi divulgou o cronograma de trabalhos para a próxima etapa do processo de escolha do novo diretor. Na próxima quarta-feira (7), na sede do Museu Goeldi, em Belém (PA), os candidatos farão apresentações públicas dos planos de gestão e visão de futuro para a instituição e vão participar de reunião com os servidores e de entrevistas individuais com os membros do Comitê.

Na quinta-feira (8), o Comitê de Busca se reúne para elaborar a lista tríplice, que será entregue ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, a quem cabe a decisão final.

Foram homologadas as seguintes candidaturas:

Ana Luisa Kerti Mangabeira Albernaz: pesquisadora do Museu Goeldi, é bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e mestre e doutora em Biologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). 

Antonio Carlos Lobo Soares: é arquiteto e museólogo do Museu Goeldi.

Claudio Ruy Vasconcelos da Fonseca: graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pará, tem mestrado pelo Inpa e doutorado pela Universidade de São Paulo. Atualmente é pesquisador do Inpa na área de Zoologia.

João Batista Miranda Ribeiro: possui graduação em Meteorologia pela Universidade Federal do Pará com mestrado em Agronomia (Meteorologia Agrícola) pela Universidade Federal de Viçosa e doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é professor da Universidade Federal do Pará.

Maria de Lourdes Pinheiro Ruivo: possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Pará, mestrado em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia e doutorado em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa. É pesquisadora do Museu Goeldi.

Waldinete C. do S. Oliveira da Costa Rolim: possui PhD em Educação Científica e Ambiental pela University of Strathclyde, Glasgow, Reino Unido. Foi chefe do Departamento de Museologia do Museu Goeldi. 

Voltar ao topo