AEB doa estações meteorológicas para coleta de dados ambientais por estudantes do DF

Iniciativa faz parte do programa Globe, desenvolvido pela Nasa. Mais de 100 escolas do país participam do programa, que já reúne mais de 2,6 mil dados cadastrados por professores e estudantes brasileiros. 
por ASCOM - publicado 28/08/2017 17h07. Última modificação 14/11/2017 15h27.
AEB doa estações meteorológicas para coleta de dados ambientais por estudantes do DF

AEB distribui estações meteorológicas para coleta de dados ambientais por estudantes do DF. Foto: AEB

A Agência Espacial Brasileira (AEB) já entregou 11 estações meteorológicas didáticas a escolas do Distrito Federal que participaram da capacitação do programa Globe no Brasil. Os dados coletados por essas estações vão auxiliar os professores a compartilhar suas análises no site do Programa Globe, da Nasa.

As estações foram desenvolvidas por professores do DF com material alternativo e adaptadas com sistema automático para funcionar durante todo o dia. Os dados captados pelo equipamento, como temperatura, pressão atmosférica e umidade relativa do ar, são enviados para um servidor. Os dados das escolas comtempladas com as estações são armazenados e podem ser acessados diariamente no site www.climaescola.com.br

“A aquisição das estações pelas escolas vai incentivar o aprendizado e estimular a habilidade de estudantes para trabalhar com técnicas científicas”, ressaltou o professor Izaias Cabral, um dos colaboradores do programa AEB Escola.

Ao receberem as estações, os professores foram orientados sobre o uso e a instalação do equipamento nas escolas. “Para as escolas receberem uma das estações, foi exigida a apresentação de um projeto de pesquisa para ser trabalhado em sala de aula, pois é necessário lançar os resultados obtidos no site do programa”, destacou Izaias.  

Os dados ambientais coletados em escolas de diversos países são inseridos no banco de dados do Globe e podem ser utilizados em investigações científicas sobre clima, hidrologia, solos, vegetação e fenologia. Desde o início da implementação do Globe no Brasil, mais de 150 pessoas participaram dos treinamentos para trabalhar com métodos científicos desenvolvidos pela Nasa. O Globe está presente em 117 escolas brasileiras e já reúne mais de 2,6 mil dados cadastrados por professores e estudantes brasileiros. 

Voltar ao topo