Patentes Triádicas

6.4.1 Brasil: Total de Famílias de Patentes Triádicas, de inventores residentes no Brasil, por data de prioridade, 1999-2017


Fonte: Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico - OCDE. Acessado em 23/10/2019
http://stats.oecd.org/Index.aspx?DataSetCode=PATS_IPC
Elaboração: Coordenação de Indicadores e Informação (COIND) - CGGI/DGE/SEXEC - Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC)
Atualizada em: 19/11/2019

6.4.1 Brasil: Total de Famílias de Patentes Triádicas, de inventores residentes no Brasil, por data de prioridade, 1999-2017


Fonte: Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico - OCDE. Acessado em 23/10/2019
http://stats.oecd.org/Index.aspx?DataSetCode=PATS_IPC 
Elaboração: Coordenação de Indicadores e Informação (COIND) - CGGI/DGE/SEXEC - Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) 
Atualizado em: 19/11/2019

Nota específica


Informações gerais sobre patentes podem ser obtidas no item correspondente de Metodologia  e Conceitos.

 

Uma única patente pode ter mais de um inventor, inclusive de diversos países, por isso adota-se a contagem fracionada de patentes, para  a contagem do número de patentes registrado pelo país.

Este levantamento foi feito com os dados presentes no portal  da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Para obtê-los, na página da (OCDE), http://stats.oecd.org/Index.aspx?DataSetCode=PATS_IPC selecione, se já não estiver:

No menu à esquerda:

1.     Patents Statistics;

2.     Patents by technology;  e

3.     Patents by technology or IPC Class.

No menu à direita:

1.     Patents Office & Triadic Patent Families: Triadic Patent families;

2.     Reference Country: Inventor(s)’s country(ies) of residence;

3.     Reference Date: Priority date; e

4.     Technology domains & IPC: Total Patent, nowcasts.

Definições e Cobertura

Uma família de patentes é definida por um conjunto de patentes selecionadas em vários países para proteger uma única invenção.  A abrangência e a composição de uma família de patentes dependem do tipo de ligação de prioridade, tipos de documentos de patentes e dos escritórios de patenteamento envolvidos.

Família de Patente Triádica: Definição da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) – É um conjunto de pedidos de patentes apresentado junto ao Escritório Europeu de Patentes, (EPO, na sigla em inglês) e ao Escritório de Patentes Japonês (JPO, na sigla em inglês), e concedido pelo Escritório Norte – Americano de Patentes (USPTO, na sigla em inglês), que compartilha um ou mais pedidos de prioridades, protegendo o mesmo conjunto de invenções.

Data de Prioridade

Primeira data de preenchimento internacional de um pedido de patente, em qualquer lugar do mundo, para proteger a invenção. É a data mais antiga disponível e, portanto é a mais próxima da data da invenção, a fim de proporcionar uma medida relevante da atividade inventiva.

 

País de Residência do Inventor

Indicação da inventividade da força de trabalho local (pesquisadores, laboratórios) em um determinado país.

Vantagens e Desvantagens do Uso de Patentes Triádicas

Vantagens

  • aprimoramento da comparabilidade internacional baseada em indicadores de patentes; 
  • um inventor em busca de proteção preenche um primeiro pedido (o de prioridade) geralmente em seu país de residência. Esta sua facilidade de registro de patente consequentemente leva a uma tendência a ocorrer uma vantagem caseira na contagem de patentes registradas, portanto a influência da localização geográfica é eliminada;
  • geração de dados mais homogêneos sobre patentes, os indicadores de resultados são menos influenciados por regras e regulamentos dos escritórios de patentes e estratégias de patenteamento.
  • outra forma de trabalhar a comparabilidade entre os países sobre indicadores de patentes, fornecimento de indicadores de melhor qualidade e comparabilidade internacional para medir a performance de inovação de países.
  • contagem mais informativa do que as contagens nacionais e regionais;
  • as famílias Triádicas de Patentes são consolidadas para eliminar a dupla contagem de patentes de diferentes escritórios de patenteamento (isto é, o reagrupamento de todas as prioridades inter-relacionadas nos documentos de patentes do EPO, JPO e USPTO).
  • as famílias de Patentes Triádicas possuem mais qualidade na sua composição: (invenções de alto valor visando cobrir os principais mercados internacionais);
  • o valor das patentes também é associado à extensão geográfica da proteção da patente, isto é, com o número de jurisdições em que a patente concedida tem sido solicitada;
  • a extensão geográfica da proteção reflete a cobertura de  mercado de uma invenção;
  • o fato de aplicar uma larga área de proteção para a patente já constitui um sinal do seu valor econômico;
  • quanto maior o número de países em que a proteção for solicitada, maior o potencial de comercialização e de lucro. (Mensurações sobre o tamanho da família (ou número de inventores) dependem do país de origem.);
  • patentes incluídas nesta família são tipicamente de grande valor;
  • existem evidências consistentes de que o tamanho da família reflete o seu valor econômico. Schankerman (2004): forte relação positiva entre o índice de qualidade das patentes e o tamanho da família;
  • Harnoff (2002): Fornecimento de evidências de que patentes que são parte de uma família extensa de patentes internacionais são mais fortemente associadas com o seu valor econômico;
  • a abrangência de uma patente é uma determinante importante do seu valor econômico, como definidora das dimensões legais da proteção e, além disso, da extensão do poder de mercado atribuído a patente;
  • patentes incluídas nesta família possuem mais qualidade na sua composição (forte relação positiva entre o índice de qualidade das patentes e o tamanho da família, refletindo o seu valor econômico); quanto o maior número de escritórios de patentes em que a proteção for solicitada, maior o potencial de comercialização e de lucro;
  • patentes triádicas estimadas pelo Produto Interno Bruto (PIB) e por habitantes do País são utilizadas pela OCDE como indicadores da “intensidade de patentes” de um País;

 

Desvantagens

  • tempestividade baixa;
  • estatísticas completas sobre famílias de patentes triádicas não estão disponíveis antes de 3 anos. Existe um intervalo de tempo entre a data de prioridade e a disponibilidade da informação sobre patentes.

Período de Referência

Um inventor em busca de proteção preenche um primeiro pedido (o de prioridade) geralmente em seu país de residência. Então, ele/ela tem um período de carência legal de 12 meses para requerer ou não uma proteção da invenção original em outros países (pedido). O pedido é publicado, pelo menos, 18 meses após a data de prioridade. E, finalmente, pode levar de três a dez anos para a patente ser concedida.

   

Voltar ao topo